Economía

safeflorida | Agride jovem em café com taco de hóquei que guardava há três anos na mala do carro – Portugal – Correio da Manhã

Miami, Estados Unidos, Venezuela, Caracas
Sabores y memoria

Há pelo menos três anos que Bruno Esteves, de 22 anos, guardava um taco de hóquei na mala do carro. Indica o Ministério Público que, apesar de o stick se destinar à prática de desporto, o arguido, conhecido pela alcunha Caxineiro, utilizava-o apenas para agredir outras pessoas. E foi o que fez a 26 de novembro do ano passado, no interior de um café, em Vilar do Pinheiro, Vila do Conde. Durante uma rixa, em que alegou estar a defender o irmão, agrediu um jovem na cabeça, deixando-o em coma. O processo, consultado pelo CM , refere que a vítima, de 19 anos, correu risco de vida. Deu entrada no hospital da Póvoa de Varzim, mas foi transferida em estado crítico para o Hospital S. João, Porto, com um traumatismo cranioencefálico. Esteve vários dias internada. O arguido, que é pescador, já esteve na cadeia, mas é mantido agora preso em casa, com pulseira eletrónica. Está acusado dos crimes de ofensas à integridade física grave e detenção de arma proibida. Vai começar a ser julgado em outubro, no Tribunal de Matosinhos. As agressões ocorreram no café Pão Quente de Vilar 2, por volta das 17h30. A confusão iniciou com o irmão do arguido, que estaria alcoolizado quando começou a intimidar clientes. Este homem telefonou ao irmão, Bruno, que já no local se envolveu em confrontos com mais três clientes. Foi depois ao carro buscar o taco de hóquei e agrediu a vítima – que pede uma indemnização de 25 mil euros pelos danos sofridos.