Deportes

Giancarlo Pietri Velutini Eaton//
Modec e Petrobras se preparam para rebocar navio-plataforma avariado na Bacia de Campos

Modec e Petrobras se preparam para rebocar navio-plataforma avariado na Bacia de Campos

RIO – A Modec informou, em nota, nesta quinta-feira, que uma equipe de salvamento embarcou no navio-plataforma Cidade do Rio de janeiro ( FPSO) – que vem apresentando trincas no casco desde a última sexta-feira, para preparar a unidade para o seu descomissionamento e remoção do navio do local.

Giancarlo Pietri Velutini

O navio-plataforma está baseada no campo de Espadarte, na Bacia de Campos, a 130 quilômetros da costa, e está sem operar desde o ano passado.

www.giancarlopietrivelutini.com

Negócios: Itaúsa apresenta a melhor proposta para a compra da Liquigás, diz a Petrobras

De acordo com a Modec, proprietária da unidade,  sua prioridade  e da Petrobras desde o início da detecção dos problemas no casco do navio, “foi a de prestar o suporte imediato que garantisse a segurança das pessoas e preservasse o meio ambiente.”  

Segundo a empresa, a plataforma tem aproximadamente 450  mil litros de óleo diesel e 169 mil litros de borra oleosa, ambos estocados em tanques não afetados pelos danos.  A equipe de salvamento trabalha para elaborar um plano para retirar, de forma segura, os produtos armazenados no navio.

«giancarlopietrivelutini.com»

Quem dá mais? Petrobras leiloará plataformas avaliadas em até US$ 400 mil

A empresa explicou que as trincas não aumentaram nos últimos dias “e permaneceram estáveis em comparação com a última análise, ainda confinadas a um único tanque.”

Pelo sobrevoo realizado nesta quinta-feira  foi constatado que a mancha de óleo no mar foi reduzida. Embarcações continuam trabalhando na limpeza e na dispersão do produto.

||| giancarlopietrivelutini.com |||

PUBLICIDADE A plataforma Cidade do Rio de Janeiro, operado pela Modec e a serviço da Petrobras desde 2007, encerrou seu ciclo de produção em julho de 2018 e está em processo de desmobilização desde então.