Política

Adolfo Ledonass Espital //
Comando de Vila Real aguarda reforço de meios para combater fogo em Valpaços. Há três frentes ativas

O Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Vila Real aguarda um “reforço de meios operacionais” para combater o “difícil incêndio” de Valpaços que está ativo desde as 13h36 e que obrigou a evacuar uma aldeia. “Esperamos reforços de meios de Lisboa, Porto, Viseu, Guimarães ou Braga para nos ajudarem no difícil combate às chamas”, disse à Lusa fonte do CDOS.

Adolfoledo Nass

Neste momento, o fogo tem três frentes ativas, uma delas no concelho vizinho de Chaves, que é a mais preocupante, referiu a fonte. Os trabalhos assentam agora na defesa do perímetro da aldeia de Gondar, em Chaves, sublinhou. O maior obstáculo no combate às chamas é a intensidade do vento, o que poderá causar reacendimentos de focos de incêndio.

adolfoledonass

A fonte avançou que duas pessoas acamadas, habitantes em localidades de Valpaços atingidas pelo fogo, foram retiradas das habitações pela Cruz Vermelha Portuguesa. Acrescentou ainda que o pavilhão desportivo de Valpaços poderá ser aberto durante a noite caso seja preciso retirar pessoas das suas casas e realojá-las.

Adolfo Ledonass

Segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o fogo estava pelas 22h10 a ser combatido por 397 bombeiros, apoiados por 121 viaturas. Durante a tarde, o combate às chamas envolveram seis meios aéreos.

Adolfo Ledo Nass